Química (do egípcio kēme (Chem), signicando “terra”) é uma ciência natural e experimental que se ocupa do estudo das propriedades e da composição das substâncias, das suas transformações, assim como as leis que regem essas transformações.

História

Um laboratório de um alquimista

A história da Química está intrinsecamente ligada ao desenvolvimento do Homem. A Química desenvolveu-se a partir da alquimia, que foi praticada por muito tempo na Europa, na China, na Índia e em África (Egipto). Esta tradição tinha como objectivo transformar metais inferiores em ouro, obter um remédio que curaria todas as doenças e daria uma longa vida (Elixir da longa vida) e criar uma vida humana artificial chamada “Humunculus”.

Apesar de não ter um carácter científico, a alquimia permitiu o desenvolvimento de muitos procedimentos e conhecimentos que mais tarde foram utilizados pela Química.

Considera-se que os princípios básicos da Química se recolhem pela primeira vez na obra do cientista britânico Robert Boyle: The Sceptical Chymist (1661). A Química, como tal, começa a ser explorada um século mais tarde com os trabalhos do francês Antonine Lavoisier e as sua descobertas em relação ao Oxigénio, à lei da conservação da massa e à refutação da teoria do flogisto como teoria da combustão.

Relação da Química com outras ciências

Assim como acontece com outras ciências naturais (Física e Biologia, por exemplo), a Química baseia-se na observação de fenómenos da Natureza.

A Química relaciona-se também com outras ciências e áreas do conhecimento, tais como a Matemática, a Geografia, a História, o Português, o Desenho, a Informática, etc. Por exemplo, a Química usa:

• conceitos de Matemática e de Física;


• Métodos de Desenho para representar aparelhos e aparelhagens;


• A informática (computação) para efectuar cálculos complexos e para armazenar e sistematizar a imensa quantidade de dados e informação sobre os compostos químicos;


• A Língua como veículo de comunicação;


• A História para descrever factos e acontecimentos passados;


• A Geografia para situar e localizar as fontes das substâncias, etc.

Importância da Química

A Química tem um carácter aplicado.
Muitas vezes, para a resolução de um problema prático é necessário que
ela actue em conjunto com outras ciências:


• Com a Engenharia, a Química proporciona outros materiais como
por exemplo, os vidros, as cerâmicas, os plásticos, os supercondutores, as células fotoquímicas, as pilhas e baterias de automóveis, etc.;


• Com a Medicina, uma das maiores beneficiárias das investigações químicas, anualmente são descobertas centenas de novas substâncias que podem actuar como medicamentos.


Todas estas aplicações são apenas uma parte do que existe em termos de avanço científico e tecnológico ligado à Química. Nenhum progresso é possível, nesses e noutros campos, sem a aplicação dos conceitos básicos
da Química.

O Método Científico

A Química, como ciência experimental, concentra a sua investigação no chamado método científico.
O método científico é baseado no estudo de modelos cuja formulação é executada a partir de:

– Observação cuidada do fenómeno a ser estudado;

– recolha de dados para o estudo;

– formulação de hipóteses;

– experimentação para verificar a validade das hipóteses;

– avaliação de resultados experimentais;

– conclusão sobre o estudo realizado.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s